02OUT

1º Oficina de Submissão de Artigos da Pará Research Medical Journal

Na oficina, os candidatos a submissão de artigos receberam informações de como evitar erros que tem sido comuns no momento da submissão desde falhas na redação do artigo, omissão de documentos obrigatórios, até a aprovação no comitê de ética, já que as pesquisas envolvem seres humanos”, esclareceu o Editor Chefe

http://www.santacasa.pa.gov.br/ensino/noticias/detalhe/?id=539

Pará Research Medical Journal
https://prmjournal.org/article/doi/10.4322/prmj.2019.028
Pará Research Medical Journal
Artigo Original Outros

Prevalência de acidentes de trabalho em unidade psiquiátrica de referência

Prevalence of work accidents in reference psychiatric unit

Bertho Vinícius Rocha Nylander, Andréa Dantas Miranda, Max Rafael Almeida Rodrigues, Yan Tavares Bandeira Lopes, Osvaldo da Silva Peixoto

Downloads: 0
Views: 19

Resumo

Objetivo: Identificar a prevalência dos acidentes de trabalho em profissionais de saúde mental em um Hospital de referência em Belém do Pará no período de 2008-2018. Método: Estudo descritivo, retrospectivo e de corte transversal da violência contra os profissionais de saúde mental, que trabalhem na Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna através da coleta das fichas de notificações de acidentes registrado pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho. Resultados: Houve um total de 147 acidentes notificados no período de 2008-2018, sendo demonstrado pelo Qui-Quadrado significância estatística, em comparação com cada ano, com relação ao turno do dia e o cargo do profissional, mas não demonstrou significância com relação ao gênero. Conclusão: Observa-se que os técnicos de enfermagem são o grupo que apresenta maior índice de notificações de acidente, assim como há uma maior prevalência pelo turno da manhã, sendo necessário aprimoramento e auxilio, como técnicas de autodefesa para auxiliar diminuir esse índice de acidentes, além de comparar com outros centro de referência psiquiátrico para averiguar se eles apresentam maior notificações do gênero feminino, pois na pesquisa o resultado não foi significativo

Palavras-chave

violência; hospitais psiquiátricos; psiquiatria.

Abstract

Purpose: To identify the prevalence of occupational accidents in mental health professionals at a referral hospital in Belém do Pará during the period 2008-2018. Methods: A descriptive, retrospective and cross-sectional study of violence against mental health professionals working at the Gaspar Vianna Clinical Hospital Foundation through the collection of accident notification forms registered by the Specialized Service in Safety Engineering and Occupational Medicine. Results: There were a total of 147 reported accidents in the period 2008-2018, being shown by Chi-Square statistical significance, compared to each year, in relation to the day shift and professional position, but did not show gender significance. Conclusion: It is observed that the nursing technicians are the group with the highest accident notification rate, as well as the higher prevalence in the morning shift, requiring improvement and assistance, such as self-defense techniques to help reduce this accident rate, in addition to comparing with other psychiatric referral centers to find out if they have higher female notifications, because in the survey the result was not significant

Keywords

hospital unit of psychiatry; psychiatry; violence.

Referências

1. Lancman S, Ghirardi MIG, Castro ED, Tuacek TA. Repercussões da violência na saúde mental de trabalhadores do Programa Saúde da Família. Rev Saúde Pública. 2009;43(4):682-88.

2. Vieira G. Agressão física contra técnicos de enfermagem em hospitais psiquiátricos. Rev Bras Saúde Ocup. 2017;42:1-9. http://dx.doi.org/10.1590/2317-6369000004216.

3. Mendes R. Dicionário de saúde e segurança do trabalhador. Novo Hamburgo: Publicações Ltda; 2018.

4. Ferreira JC. Violência no local de trabalho - assédio moral. São Paulo; 2011.

5. Silva IV, Aquino EML, Pinto ICM. Violência no trabalho em saúde: a experiência de servidores estaduais da saúde no estado da Bahia, Brasil. Cad Saude Publica. 2014;30(10):2112-22. http://dx.doi.org/10.1590/0102-311X00146713. PMid:25388314.

6. Batista CB, Campus AS, Reis JC, Schall VT. Violência no trabalho em saúde: análise em unidades básicas de saúde de Belo Horizonte, Minas Gerais. Trab Educ Saúde. 2011;9(2):295-317. http://dx.doi.org/10.1590/S1981-77462011000200008.

7. Bowers L, Allan T, Simpson A, Jones J, Van Der Merwe M, Jeffery D. Identifying key factors associated with aggression on acute inpatient psychiatric wards. Issues Ment Health Nurs. 2009;30(4):260-71. http://dx.doi.org/10.1080/01612840802710829. PMid:19363731.

8. Kelly EL, Subica AM, Fulginiti A, Brekke JS, Novaco RW. A cross-sectional survey of factors related to inpatient assault of staff in a forensic psychiatric hospital. J Adv Nurs. 2015;71(5):1110-22. http://dx.doi.org/10.1111/jan.12609. PMid:25546118.

9. Mantovani C, Migon M, Alheira F, Del-Ben C. Manejo de paciente agitado ou agressivo. Rev Bras Psiquiatr. 2017;32(2 Suppl):S96-S103.

10. Hamrin V, Iennaco J, Olsen D. A review of ecological factors affecting inpatient psychiatric unit violence: implications for relational and unit cultural improvements. Issues Ment Health Nurs. 2009;30(4):214-26. http://dx.doi.org/10.1080/01612840802701083. PMid:19363726.

11. São Paulo. Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional. Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde [Internet]. São Paulo; 2014 [citado em 2019 maio 7]. Disponível me: http://www.saude.sp.gov.br/resources/crh/ggp/cartilhas/normas_regulamentares.pdf

12. Zeng JY, An FR, Xiang YT, Qi YK, Ungvari GS, Newhouse R, et al. Frequency and risk factors of workplace violence on psychiatric nurses and its impact on their quality of life in China. Psychiatry Res. 2013;210(2):510-4. http://dx.doi.org/10.1016/j.psychres.2013.06.013. PMid:23850435.

13. Chen W, Sun Y, Lan T, Chiu H. Incidence and risk factors of workplace violence on nursing staffs caring for chronic psychiatric patients in Taiwan. Int J Environ Res Public Health. 2009;6(11):2812-21. http://dx.doi.org/10.3390/ijerph6112812. PMid:20049226.

14. Nogueira FM. Violência contra profissionais de saúde aumenta. Datafolha; 2016.

15. Cornaggia CM, Beghi M, Pavone F, Barale F. Aggression in psychiatry wards: a systematic review. Psychiatry Res. 2011;189(1):10-20. http://dx.doi.org/10.1016/j.psychres.2010.12.024. PMid:21236497.

16. Vieira G. Agressão física contra técnicos de enfermagem em hospitais psiquiátricos. Rev Bras Saúde Ocup. 2017;42:1-9. http://dx.doi. org/10.1590/2317-6369000004216.

5e18b5540e88253e1aeb8358 prmjournal Articles
Links & Downloads

PRMJ

Share this page
Page Sections